Destaque da Semana

~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~~♥~
30/03/10

.
Nem acreditei quando uma amiga postou aqui no blog que já tinha o primeiro capítulo de Burned traduzido! Estou repassando o post para vcs!!!
Os créditos são de Nyx (Blog Beijos de Sangue)

Capítulo 1 - Burned - House of Night
Primeiro capítulo de Burned - traduzido
Tradução feita por Nyx - Beijos de Sangue

Kalona ergueu as mãos. Ele não hesitou. Não havia dúvida em sua mente sobre o que ele tinha que fazer. Ele não iria permitir que nada nem ninguém entrassem em seu caminho, e este garoto humano estava de pé entre ele e o que ele desejava. Ele particularmente não queria matar o garoto; ele particularmente não queria o garoto vivo. Era uma necessidade simples. Ele não sentiu remorso ou arrependimento, assim como tinha sido sempre durante os séculos desde que ele tinha caído. Kalona sentiu muito pouco. Assim, indiferente, o imortal alado torceu o pescoço do rapaz e, pois um fim à sua vida.

“Não!”

A angústia de uma palavra gelou o coração de Kalona que largou o corpo sem vida do rapaz e deu meia-volta no tempo para ver Zoey correr em direção a ele. Seus olhos se encontraram. O dela foi de desespero e ódio. E o seu era de uma negação impossível. Ele tentou formular as palavras que podiam fazê-la entender - que poderia fazê-la perdoá-lo. Mas não havia nada que poderia dizer para mudar o que ela tinha visto e, mesmo que ele pudesse fazer o impossível, não havia tempo.

Zoey jogou todo o poder do elemento espírito para ele. Acertou o imortal, golpeando-lhe com força que estava além da física. Espírito era a sua essência - seu núcleo - o elemento que ele tinha sofrido durante séculos e com a qual ele sempre se sentia mais confortável, e assim mais poderoso. O ataque de Zoey o paralisou. Levantou-lhe com tanta força que ele foi arremessado por cima do enorme muro de pedra que separava a ilha dos Vampiros do golfo de Veneza. A água gelada o tragou, sufocando-o para a dor, no instante em que Kalona era tão mortal que ele não lutou contra ela. Talvez ele devesse deixar essa luta terrível para a vida e suas armadilhas afinal. Talvez, mais uma vez, ele deveria se permitir ser derrotado por ela. Mas, a menos de um batimento cardíaco depois de ter esse pensamento, ele sentiu a alma despedaçada de Zoey, tão verdadeiramente como sua queda, a levou de um reino para outro, o seu espírito partiu deste mundo.

O conhecimento o feriu, foi o pior golpe contra ele. Não Zoey! Ele nunca significou nada para causar-lhe dano. Mesmo com todas as maquinações de Neferet, através de todas as manipulações e planos da Tsi Sgili, ele segurou firme com o conhecimento de que, apesar de tudo, ele usaria suas vastas competências de imortal para manter Zoey segura, pois na sua última análise, ela era o mais próximo que ele poderia chegar a Nyx nesse reino, e este foi o único reino que sobrou para ele.

Lutando para se recuperar do ataque de Zoey, Kalona agarrou as ondas, erguendo seu corpo maciço, e percebeu a verdade. Por causa dele, o espírito de Zoey se foi, o que significava que ela iria morrer. Com o seu primeiro suspiro, ele lançou um grito de desespero, repetindo sua última palavra, "Não!"

Ele realmente acreditava que desde sua queda, ele realmente não tinha sentimentos? Ele havia sido um tolo ou se enganado, tão enganado. Emoções o golpearam enquanto ele voava irregular, apenas acima da linha da água, devastando seu espírito já ferido, furioso contra ele, enfraquecendo-o, sangrando sua alma. Com a visão desfocada e escurecida, ele olhou através da lagoa, olhando para ver as luzes que a terra anunciava. Ele nunca fazê-lo lá. Teria que ser o palácio. Ele não tinha escolha. Usando as últimas reservas de sua força, as asas de Kalona bateram contra o ar gelado, elevando-o sobre a parede, onde ele aterrissou na terra congelada.

Ele não sabia quanto tempo ficou ali, na fria escuridão da noite, despedaçado com as emoções, oprimido sua alma abalada. Em algum lugar nas profundezas de sua mente, ele compreendeu a familiaridade do que tinha acontecido com ele. Ele tinha caído novamente, só que desta vez foi mais no espírito do que no corpo, embora seu corpo não parecesse sem comando por mais tempo para qualquer um.

Ele sentiu a presença antes dela falar. Ele tinha sido como que entre os primeiros, se ele realmente queria ou não, ele simplesmente sentiu a outra.

"É permitido à Stark para testemunhar a morte do garoto!" A voz de Neferet era mais fria que o mar de inverno.

Kalona virou a cabeça para que pudesse ver mais do que o dedo do pé do sapato estilete. Ele olhou para ela, piscando para tentar limpar a sua visão.

"Acidente". Encontrando sua voz novamente ele conseguiu um rascante sussurro. "Zoey não deveria estar ali".

"Acidentes são inaceitáveis, e não me importo nem um pouco que ela estava lá. Na verdade, o resultado do que ela viu é bastante conveniente".

"Você sabia que sua alma foi despedaçada?" Kalona odiava a fraqueza natural na sua voz e da letargia estranha em seu corpo quase tanto quanto odiava a beleza gelada do efeito que Neferet tinha sobre ele.

"Eu imagino que a maioria dos vampiros, na ilha sabem disso. Normalmente, para ela, o espírito de Zoey não foi exatamente o silêncio em sua despedida. Pergunto-me, no entanto, quantos dos vampiros também sentiram o golpe no fedelho em questão, que você acabou, antes dela partir. "Neferet bateu o queixo contemplativa com a unha, muito afiada.

Kalona permaneceu em silêncio, esforçando-se para o centro a reunir as partes do seu espírito rasgado, mas seu corpo pressionado contra a terra era muito real, e ele não teve força para chegar acima e alimentar sua alma dos poucos vestígios do Outro Mundo que flutuavam ali.

"Não, eu não imagino que nenhum deles sentiram", continuou Neferet, na maior frieza, calculando sua voz. "Nenhum deles está ligado à escuridão, como você, como eu sou. Não é assim, meu amor? "

"De fato... "Ela disse, ainda distraída com seus pensamentos. Então Neferet arregalou os olhos como uma nova percepção que veio a ela. "Eu tenho há muito tempo imaginando como é que A-ya conseguiu feri-lo, como imortal, um poderoso fisicamente, mal o suficiente o que as rídiculas bruxas Cherokee poderam fazer contra você. Pouco acredito, que Zoey acabou de dar a resposta que você tem cuidadosamente escondido de mim. Seu corpo pode ser danificado, mas apenas através de seu espírito. Isso não é fascinante?

"Vou curar." Ele colocou tanta força, quanto possível em sua voz.

"Retorne comigo ao castelo de Capri. Leve-me ao último andar, perto do céu, como eu posso ser, e eu vou recuperar a minha força.”

"Eu imaginei isso de você, eu estava tão inclinada a fazer isso. Mas eu tenho outros planos para você, meu amor”. Neferet levantou os braços, estendendo-os sobre ele. Ela continuou a falar, começou a tecer seus dedos longos através do ar, criando padrões intrincados, como uma aranha girando em sua teia. "Não vou permitir que Zoey interfira conosco nunca mais."

"A alma despedaçada é uma sentença de morte. Zoey já não é nenhuma ameaça para nós”, disse ele. Com um conhecimento nos olhos, Kalona afirmou a Neferet. Ela chamou a sua poderosa escuridão, e ele reconheceu tudo muito bem. Passara vidas lutando para que as trevas que ele abraçou, o seu frio poder. Pulsava e flutuava familiarmente, com os dedos inquietos. Ela não deve ser capaz de comandar as sombras tão fácil. O pensamento se perdeu como o eco da sentença de morte através de sua mente cansada. A Sacerdotisa não deveria ter esse poder.

Mas Neferet já não era apenas uma Sacerdotisa. Ela tinha crescido para além das fronteiras desse papel há algum tempo atrás, e ela não teve nenhuma dificuldade para controlar a escuridão, se contorcendo, ela conjurou.

Ela está se tornando imortal, Kalona realizado, e com a realização, o medo aumenta o desespero e a raiva, onde já surgia no caído Guerreiro da Nyx.

"Pensar que seria uma sentença de morte", Neferet falou calmamente enquanto ela atraia mais e mais dos tópicos escuros para ela, "mas Zoey tem um hábito terrivelmente inconveniente de sobreviver. Desta vez estou indo para garantir que ela morra.”

"A alma de Zoey também tem o hábito de reencarnar", disse ele, propositalmente atraindo Neferet para tentar tirar seu foco.

"Então eu vou destruí-la uma outra vez!" A concentração de Neferet só aumentou com a raiva de suas palavras evocadas. A escuridão dela girou intensificada, contorcendo-se com o poder aumentados no ar ao seu redor.

"Neferet." Ele tentou alcançá-la usando seu nome. "Você realmente entendeu o que é que você está tentando comandar?"

Seu olhar encontrou o dele, e, pela primeira vez, Kalona viu a mancha carmesim aninhada na escuridão de seus olhos. "Claro que eu faço. É o que chamamos de mal, de seres inferiores".

"Eu não sou um ser menor, e também, me chamam de mal."

"Ah, há séculos você não tem." Seu riso era vicioso. "Mas parece que ultimamente você tem trazido muitas sombras de seu passado, em vez de se divertir com o encantador poder escuro do presente. Eu sei de quem é a culpa por isso.”

Com um esforço tremendo, Kalona empurrou-se para uma posição sentada.

"Não. Eu não quero que você se mova. "Neferet estalou um dedo para ele e um fio de escuridão serpenteou em volta do seu pescoço, apertando, e o empurrou para baixo, prendendo-o no chão novamente.

"O que é que você quer de mim?" Respondeu asperamente.

"Eu quero que você siga o espírito Zoey para o Outro Mundo e já que nenhum de seus amigos" - ela zombou da palavra "conseguem encontrar uma maneira de persuadi-la a voltar para seu corpo."

Choque passou através do imortal. "Eu fui banido por Nyx do Outro Mundo. Eu não posso seguir Zoey lá.”

"Ah, mas você está errado, meu amor. Você vê, você sempre pensa demais. Nyx depostou você, você caiu, você não pode retornar. Então você acreditou por séculos nisso. Bem, você literalmente não pode. "Ela suspirou dramaticamente quando ele olhou para ela fixamente. "Seu corpo lindo foi banido, isso é tudo. Nyx não quis dizer sobre sua alma imortal?”

"Ela não precisa dizer isso. Se a alma é separada do corpo por muito tempo, o corpo vai morrer.”

"Mas seu corpo não é mortal, o que significa que podem ser separados por tempo indeterminado da sua alma, sem morrer", disse ela.

Kalona lutava para manter o terror das palavras dela que encheram sua expressão. "É verdade que eu não posso morrer, mas isso não significa que não vou ficar danificado se o meu espírito deixar o meu corpo por muito tempo." Eu poderia com o tempo... Enlouquecer... Tornar-me um escudo, nunca morrer mesmo. . . As possibilidades giravam em sua mente.

Neferet encolheu os ombros. "Então você vai ter a certeza de terminar a sua tarefa em breve, para que você possa retornar ao seu belo corpo imortal antes de ser irremediavelmente prejudicado." Ela sorriu sedutoramente para ele. "Eu teria muito desagrado se alguma coisa acontecesse com o seu corpo, meu amor".

"Neferet, não faça isso. Você está colocando as coisas em movimento e vai exigir um pagamento, as conseqüências que mesmo você não vai querer enfrentar.”

"Não me ameace! Tirei-o de sua prisão. Eu o amei. E então eu vi você bajular uma simplória adolescente. Eu quero que ela saia da minha vida! Conseqüências? Eu abraço-as! Eu não sou a fraca, ineficaz Alta Sacerdotisa que tem que seguir as regras da Deusa. Você não entende isso? Se você não tivesse sido tão distraído por essa criança, você poderia saber isso sem me dizer. Eu sou uma imortal, o mesmo que você, Kalona! "Sua voz era estranha, amplificada com o poder. "Estamos perfeitamente. Você ousou a acreditar assim, e isso é algo que você vai acreditar de novo, quando Zoey Redbird não existe mais.”

Kalona olhou para ela, o entendimento de que era totalmente Neferet, verdadeiramente louca, e se perguntando por que a loucura só serviu para alimentar o seu poder e intensificar a sua beleza.

"Então é isso que eu decidi fazer," ela continuou, falando pausadamente. “Para manter seu corpo, sexy e imortal, eu estou indo colocá-lo em algum lugar no subterrâneo, enquanto sua alma viaja para o Outro Mundo e garante que Zoey não volte aqui."

"Nyx nunca permitirá isso!" As palavras dele estouraram antes que ele pudesse detê-las.

"Nyx sempre permitirá o livre arbítrio. Como sua ex-Alta Sacerdotisa, eu sei, sem qualquer dúvida de que ela irá permitir que você escolha viajar em espírito para o Outro Mundo ", Neferet disse maliciosamente. "Lembre-se, Kalona, meu amor verdadeiro, se você garantir a morte de Zoey, você estará removendo o último obstáculo para nós reinarmos lado a lado. Você e eu vamos ser poderosos além da imaginação neste mundo de maravilhas modernas. Pense nisso, vamos subjugar os seres humanos e trazer de volta o reinado dos vampiros com toda a beleza e paixão e poder ilimitado que isso significa. A terra será nossa. Nós vamos, certamente, dar nova vida ao passado glorioso!”

Kalona sabia que ela estava jogando com suas fraquezas. Silenciosamente, ele amaldiçoou-se por permitir que ela tenha aprendido muito sobre seus desejos mais profundos. Ele confiava nela, porque Neferet sabia que ele não era Erebus, ele nunca poderia verdadeiramente reinar ao lado de Nyx no Outro Mundo, e ele foi levado para recriar muito do que ele havia perdido aqui neste mundo moderno.

"Você vê, meu amor, quando se considera que, logicamente, é justo que você siga Zoey e corte a ligação entre a sua alma e seu corpo. Fazê-lo simplesmente serve aos seus desejos no final. "Neferet falou calmamente, como se os dois estivessem discutindo a escolha do material para seu novo vestido.

"Como eu vou encontrar mesmo a alma de Zoey?" Ele tentou combinar seu tom de questão ao fato. "O Outro Mundo é uma área tão vasta, só os deuses e deusas podem atravessá-lo."

A expressão branda de Neferet mais exigente, fazendo com que sua beleza cruel terrível não desse para ver. "Não finja que você não tem uma conexão com sua alma!" A imortal Tsi Sgili respirou fundo. Num tom mais razoável, ela continuou, "Admita, meu amor, você poderia encontrar Zoey mesmo que ninguém mais podesse. Qual é a sua escolha, Kalona? Pronunciar-se sobre a terra ao meu lado, ou continuar a ser um escravo do passado?”

"Eu escolho o reinado. Eu vou sempre escolher governar”, disse ele sem hesitação.

Assim que ele falou, os olhos de Neferet mudaram. O verde dentro deles ficou totalmente envolvido em um escarlate. Ela virou os orbes brilhando sobre ele - o fixando, encapsulando e extasiante. "Então me ouça, Kalona, Guerreiro Caído de Nyx, pelo meu juramento, irei manter o seu corpo em segurança. Quando Zoey Redbird, não for mais a Alta Sacerdotisa de Nyx, eu juro que vou retirar essas correntes escuras e permitir que o seu espírito volte. Então eu vou levá-lo para o telhado do nosso castelo em Capri e deixar o céu dar a vida e a força para dentro de você para que você governe este reino como o meu consorte, meu protetor, meu Erebus. "Kalona confirmou, impotente para detê-la, Neferet continuou logo, apontou a unha através da palma de sua mão direita. Colocando o sangue que reuniu lá, ela segurou a mão dela para cima, oferecendo. "Pelo sangue eu reivindico esse poder; pelo sangue eu ligo esse juramento." Tudo ao seu redor, a escuridão agitada, desceu sobre a palma da mão, se contorcendo, tremendo, bebendo. Kalona podia sentir o sorteio da escuridão. Ela falou para a sua alma com sedução, sussurros poderosos.

"Sim!" A palavra foi rasgada em um gemido profundo de sua garganta, com Kalona rendendo-se à escuridão gananciosa.

Quando Neferet continuou, a voz dela foi ampliada, aumentando com o poder. "É a sua própria escolha que eu tenha selado nesse juramento de sangue com a escuridão, mas se você me deixar e quebrá-lo-"

"Eu não vou falhar."

Seu sorriso era surreal em sua beleza, de seus olhos caiam sangue. "Se você, Kalona, Guerreiro Caído de Nyx, quebrar esse juramento que na minha busca jurou destruir Zoey Redbird, inexperiente Alta Sacerdotisa de Nyx, vou manter o domínio sobre seu espírito, enquanto você for um imortal."

As palavras de resposta vieram espontaneamente por ele, evocadas pela sedutora escuridão, que durante séculos tinha escolhido ao em vez da Luz. "Se eu falhar, você deve manter o domínio sobre o meu espírito, enquanto eu sou um imortal."

"Assim jurei." Novamente Neferet cortou a palma da mão, criando um X sangrento em sua carne. O cheiro de cobre flutuava Kalona com uma fumaça do fogo, ela voltou a levantar a mão para as Trevas. "Assim será!" O rosto de Neferet se contorceu em dores quando a escuridão bebeu dela novamente, mas ela não vacilou, não se moveu até que o ar ao seu redor pulsante, aumentava com o seu sangue e seu juramento.

Só então ela baixou a mão. Sua língua serpenteava para fora, lambendo a linha escarlate e terminando com o sangramento. Neferet andou para ele, curvado-se, e gentilmente colocou suas mãos em cada lado do seu rosto, tanto quanto ele tinha prendido o garoto humano antes de fazer o seu golpe mortal. Ele podia sentir a escuridão arranhando ao seu redor e dentro dela, um touro furioso esperando ansiosamente para comandar sua amante.

O sangue nela, lábios avermelhados e uma curta pausa apenas para tocar o seu. "Com o poder que corre através do meu sangue, e pela força da vida que tenho, eu te ordeno, meu delicioso tópico das Trevas, para puxar esta alma imortal, que limita seu corpo e a velocidade dele para o Outro Mundo. Vá e faça o que eu ordenei, e eu juro que vai sacrificar um pouco da vida de um inocente que não foi capaz de macular. Então te ter para mim, e será meu! "

Neferet atraiu uma respiração profunda, e Kalona viu os fios escuros que tinha durante a convocação, escorregados da faixa, lábios vermelhos. Ela inalava escuridão até que ela estava cheia dele, e, em seguida, ela cobriu a boca dele e, com isso enegrecido, manchando o beijo de sangue, a escuridão explodiu dentro dele com tanta força que rasgou sua alma já ferida de seu corpo. Sua alma gritou em silenciosa agonia, Kalona foi lançado para cima, para cima, e para o reino que sua Deusa tinha banido ele, deixando seu corpo sem vida, acorrentado, vinculado ao mal, e à mercê de Neferet.

4

4 leitores:

  • Anônimo on terça-feira, março 30, 2010 4:16:00 PM

    Aiiiiiiiiiiii não acredito!!!!!! Valeu mesmo!!!!!
    Ana Beatriz

  • Nyx on terça-feira, março 30, 2010 5:01:00 PM

    atualiza o texto do capitulo.. que eu tava lendo agorinha e achei erro de português.. auhaua.. afinal tenho desconto, fiz a tradução de madrugada uhauhaa

    bjussss!

  • Nyx on quinta-feira, abril 01, 2010 2:38:00 PM

    Livro 8 de House of Night é divulgado, vai ser chamar AWAKENED (Despertado ou Despertada, depende de quem vai narrar o livro.

  • Milk on segunda-feira, outubro 25, 2010 6:10:00 PM

    Eu ia pegar esse livro mes que vem, mas não deu, pois eu estava louca para ler, já li todo, serioo muito foda *-*

  • Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

    Divulgue

    Divulgue

    Seguidores

    Ganhamos

    Ganhamos
    Clique na figura e saiba mais.

    Prefiro histórias de: